“Gratidão”: ACGB/Vida Urbana inaugura painel de azulejos em homenagem a profissionais da linha de frente em Curitiba.

por Izabel Liviski

Com 8 metros de comprimento e mais de 2 metros de altura, o mural feito com 140 peças de cerâmica traz, em destaque, as figuras de onze categorias de trabalhadores sob o título “Gratidão”. Outros sete painéis serão inaugurados até o fim do ano.

Painel foi instalado próximo ao endereço da ACGB / Vida Urbana na Avenida Marechal Floriano Peixoto: homenagem ao motoboy, à médica, ao frentista, ao gari e à policial militar, entre outros.

A Associação dos Condomínios Garantidos do Brasil (ACGB/Vida Urbana) inaugurou na quarta-feira (30/06), às 10 horas, o primeiro dos oito murais de azulejo em homenagem aos profissionais da linha de frente no combate à Covid-19, instalado na Avenida Marechal Floriano Peixoto, próximo à sede da entidade, no centro de Curitiba.

Depois de finalizada a pintura manual, cada uma das peças de azulejo é levada
ao forno de alta temperatura (800 graus), onde permanece por até quatro horas.
O processo de resfriamento dura o mesmo tempo.

O painel de 8 metros de comprimento por 2,10 metros de altura, feito com 140 peças de cerâmica, traz em destaque a palavra “Gratidão” acompanhada das imagens de onze categorias de trabalhadores que exercem atividades essenciais em meio à crise sanitária. Caso dos médicos, cozinheiros, policiais militares, garis, caixas de supermercado, motoboys e carteiros, entre outros.

O desenho foi dividido em partes como se fossem peças de um quebra-cabeça.
Cada parte corresponde a um azulejo de 30cm x 40cm.

De acordo com Deisi Momm, coordenadora da ACGB/Vida Urbana, o trabalho de criação e fabricação do mural teve início em março deste ano. A inauguração, a princípio, deveria ocorrer no mês passado para que coincidisse com o aniversário de 21 anos da associação, mas foi adiada depois que cinco dos dez funcionários envolvidos diretamente no projeto testaram positivo para covid-19.

As peças de azulejo foram fixadas uma a uma. A secagem
da massa de cimento demora cerca de 24 horas.

Na semana passada, três faixas estendidas pela entidade no mesmo local onde foi instalado o painel atraíram a curiosidade de quem passou pela região. Tratava-se de uma campanha publicitária idealizada pela equipe da ACGB, chamando a atenção para a homenagem e, ao mesmo tempo, alertando as pessoas para que observem as medidas sanitárias de combate à pandemia.

A primeira faixa traz uma mensagem de João. Ele reclama da falta de notícias da namorada, se mostra confuso e diz não entender o motivo para o desprezo.

No texto, escrito em preto e vermelho, João e Maria, dois personagens fictícios, trocam mensagens. Ela uma profissional de linha de frente, ele o namorado preocupado por não receber notícias. “Foi uma maneira que encontramos de chamar a atenção para o painel e, ao mesmo tempo, lembrar que, mesmo com a vacinação, os cuidados continuam”, afirmou Deisi.

Em seguida, na faixa ao lado, é a vez de Maria responder. Trabalhadora da linha de frente, a profissão não é identificada, ela censura João pelo drama gratuito, chamando a atenção do namorado para os cuidados que deve tomar.

Segundo a coordenadora, até o fim do ano, outros sete painéis saudando os profissionais da linha de frente devem ser instalados em diferentes pontos de Curitiba, cada um elencando categorias diferentes. “São muitos, e queremos que todos recebam o nosso agradecimento”.

Na terceira e última faixa, é a vez da ACGB/Vida Urbana tomar a palavra e avisar ao personagem João e a todos que estão passando pelo local que Maria “sabe o que diz”. O texto continua: “Foi pensando nela”, uma profissional da linha de frente, que “a Associação dos Condomínios Garantidos do Brasil decidiu prestar uma homenagem”.

Entidade sem fins lucrativos, a ACGV/Vida Urbana é responsável por projetos de recuperação de calçadas, plantio de flores em canteiros públicos, corte de grama e “despichamento” de imóveis na região central da capital paranaense. O trabalho é feito gratuitamente. Em 2019, alpinistas urbanos da associação fizeram a limpeza do obelisco da Praça 19 de Dezembro *, no Centro Cívico, onde está localizada a escultura do “Homem Nu” . O monumento tem 44 metros de altura, o equivalente a um edifício de 15 andares.

Praça 19 de Dezembro, com a mulher e o homem nus, ao centro o obelisco antes da limpeza realizada pelos alpinistas urbanos. Fonte:
https://www.bemparana.com.br/noticia/em-curitiba-alpinistas-urbanos-vao-lavar-o-obelisco-da-praca-19-de-dezembro#.YOJ4NhtKjIU

O custo de instalação do painel na Av. Marechal Floriano Peixoto é estimado em R$ 28 mil. Toda a despesa é absorvida por empresas garantidoras de condomínio, mantenedoras da ACGB. “Desde o salário dos profissionais até os insumos e equipamentos para a preparação e a fixação dos azulejos tudo é custeado pela associação. Não há dinheiro público envolvido”, afirma Deisi.

TEXTO/FOTOS:

Bonijuris – Marcus Gomes (JornalistaEditor)

Rua Marechal Deodoro, 344 – 3º andar – Curitiba – PR

41 3323 4020 / 41 99502 9285 / redacao@bonijuris.com.br

CONTATO COM A IMPRENSA:

Deisi Momm Fonseca – Coordenadora de projetos da ACGB / Vida Urbana

41 3323-7708 / 41 98739-8371 <deisi@acgb.org.br>

Sede da ACGB / Vida Urbana: Av. Mal. Floriano Peixoto, 1400–Centro – Curitiba – PR

*Nota: A Praça 19 de Dezembro – mais conhecida como “A Praça do Homem Nu” (na verdade do Homem e da Mulher Nus) – foi criada com referência à data da emancipação política do Paraná, ocorrida em dezembro de 1853. Nela constam, além de outras obras, duas estátuas em granito de um “casal”, autoria dos artistas paranaenses Erbo Stenzel e Humberto Cozzo. Fonte: https://curitibaspace.com.br/praca-19-de-dezembro/

Posts Relacionados

9 comentários

Wanda Camargo 05/07/2021 - 11:20 AM

Criativo e bem-humorado… precisamos disso atualmente.

Responder
Izabel Liviski 05/07/2021 - 6:34 PM

Isso mesmo, Wanda! um assunto sério tratado com leveza.

Responder
Afonso Guerra-Baião 05/07/2021 - 2:13 PM

Show de criatividade! Parabéns aos criadores dos paineis e a Izabel Livski pela oportuna reportagem!

Responder
Izabel Liviski 05/07/2021 - 6:35 PM

Obrigada, Afonso!!!!

Responder
FRANCISCO CEZAR DE LUCA PUCCI 05/07/2021 - 5:06 PM

Que ideia maravilhosa e oportuna. Esses trabalhadores merecem e a cidade deve lembrá-los. Obrigado, Izabel, por informar-nos sobre essa beleza.

Responder
Izabel Liviski 05/07/2021 - 6:36 PM

Sem dúvida, Pucci. Fiquei muito feliz em poder divulgar esta iniciativa. Grata pelo comentário.

Responder
André Luiz Reis Mattos 08/07/2021 - 9:02 AM

Que ideia maravilhosa, gratidão a estes profissionais dedicados… muito legal! Ótima a sua iniciativa de compartilhar esta iniciativa.

Responder
Izabel Liviski 09/07/2021 - 7:06 PM

Obrigada, André! neste país com tanta desolação no momento, vale a pena divulgarmos boas ideias e práticas.

Responder
EVERLY GILLER 18/07/2021 - 1:24 PM

Show Izabel! Agradeço por compartilhar esse projeto tão bacana. Só assim pra gente ficar sabendo de atitudes humanitárias em Curitiba.

Responder

Deixar comentário