O ensino gramatical no livro didático “Língua Portuguesa: linguagem e interação”

por Gabriela Nascimento

Bárbara Furtado Pinheiro

Rejane Santos Nonato

Resumo: Neste artigo, procurou-se verificar como o fenômeno gramatical é concebido no ensino da língua materna, apresentando a concepção formalista da linguagem, presente em muitos materiais didáticos. Para tanto, analisou-se um livro didático de Língua Portuguesa do 3º ano do Ensino Médio, enfocando atividades gramaticais. Segundo Antunes (2003), há uma predominância de uma gramática não relacionada ao contexto real de interação, apresentando frases e palavras isoladas de sua função na comunicação cotidiana. Para Rojo (2013), muitos materiais didáticos buscam adaptar-se às mais recentes propostas curriculares, no entanto, em geral, ainda existe uma certa homogeneização de práticas didáticas. Os resultados revelam que existem dois modelos antagônicos de atividades gramaticais no livro. Com isso, conclui-se que há uma desigualdade na organização do livro didático quanto às atividades gramaticais.

Palavras-chave: Gramática; Livros didáticos; Língua Portuguesa; Frases isoladas.

Leia o artigo completo aqui.

 

Posts Relacionados

Deixar comentário