PARLONS CIVILISATION…

“Nos ancêtres, les Gaulois” (nossos ancestrais, os gauleses), é esse bordão que resume para os franceses de todas as gerações a sua origem e é isso que tradicionalmente ensina-se nas escolas de toda a França. Embora impreciso, o fato é que a herança gaulesa ocupa lugar central no imaginário nacional francês.

Asterix, criado em 1959 por René Goscinny e Albert Uderzo para a revista francesa Pilote.

A partir da segunda metade do século XX as histórias de Asterix se tornaram muito populares na França e bastante conhecidas mundo afora, sendo traduzidas em diversas línguas, reforçando, pelo humor, a relação entre franceses e gauleses. A história e a cultura desse povo celta ocupa o espaço de mito fundador da unidade e identidade dos franceses. E na história, o poder dos mitos não se tem mostrado menos importante que o poder dos fatos… 

Pintura da caverna de Lascaux

Pensando na importância da cultura e da civilização francesa, nos fatos históricos que atravessaram esse país e que influenciaram grandemente os países do ocidente, é que o Centro Europeu criou o curso Parlons Civilisation que vai abordar todos esses aspectos, com inscrições já abertas para o primeira semestre de 2018. Idealizado pelas professoras Márcia Cipriani Gomes e Elderina Artifon Canello para atender às insistentes solicitações por parte dos próprios alunos.

Rochas (ou menires) de Carnac, alinhamento de 3000 megalitos erguidos na Bretanha, por volta de 2000 a.C.

Busca-se através desta nova modalidade de curso o aprimoramento do domínio da língua associado ao da cultura, partindo do estudo das civilizações primitivas mais importantes da história da humanidade, para em seguida mergulhar na história da França, da antiguidade aos nossos dias.

Aqueduto Pont du Gard, do período romano na Gália, suas ruínas estão em Nimes, região de Provence.

O conteúdo será trabalhado através de múltiplas atividades, como pesquisas seguidas de apresentações e discussões, exercícios variados, no intuito de ampliar e aperfeiçoar o vocabulário e a sintaxe, abordando curiosidades históricas, documentários e filmes.

Como base dos estudos, na primeiro semestre será utilizada uma apostila fornecida pela escola, e num segundo momento será adotado um livro de História da França. Ademais, de acordo com as tendências da atualidade, se utilizará dos recursos da tecnologia em se tratando de instrumentos e estratégias pedagógicas, com grande ênfase em imagens.

A Queda da Bastilha em 14 de julho de 1789, marca o início da  Revolução Francesa.

No curso de Francês Parlons Civilisation o aluno aprende rapidamente a se comunicar e trabalhar em francês na área de História, abrangendo o domínio da língua e vocabulário específico na abordagem de aspectos históricos e culturais da sociedade francesa . O curso completo, com quatro módulos, é indicado aos alunos que terminaram o Nível VII ou que cursaram o Avançado e desejam dar continuidade aos estudos do idioma.

“A Liberdade guiando o Povo” de Eugène Delacroix (1830), inspiração da imagem da República.

PROPOSTA COMPLETA DO CURSO:

Carga horária: 40 h/semestrais

Dia e horários: 1 encontro semanal de 2h30, nas quartas-feiras das 14h às 16h45; ou sábados das 9h às 11h45.
Local: Quartas-feiras,no Batel. Sábados,  no Shopping Crystal.
Público alvo: Alunos que terminaram o Nível VII ou que cursaram o Avançado e desejam dar continuidade aos estudos do idioma.

 

Olympe de Gouges (1748-1793), autora da “Declaração dos Direitos da Mulher e da Cidadã”.

 

Pré-Requisito: Nível B1 CECRL
Níveis de Aquisição: Nível B2 CECRL
Número de Alunos: Máximo de 12 alunos em sala.
Material Didático: Apostila elaborada por professores da escola e  o livro “L’histoire de France des origines à nos jours” ISBN 978-2-218-97744-2. Hatier.

 

“Napoleão cruzando os Alpes” (1801-1805), autoria de Jacques-Louis David.

Descrição: O curso será ministrado em módulos independentes.
Módulo I: Pré-História e Antiguidade Europeia
Módulo II: Idade Média
Módulo III: Idade Moderna
Módulo IV: Idade Contemporânea

 

Detalhe da Torre Eiffel (1887) localizada no Champ de Mars em Paris, ícone mundial da França.

 

Objetivos:

– Aperfeiçoar e dar continuidade às aquisições linguísticas obtidas durante os cursos anteriores com foco na civilização francesa.
– Compreender a História e a sociedade francesa que influenciaram grandemente os países do Ocidente.
– Compreender a diversidade das culturas e dos países do mundo. A Globalização atual nos confronta a um vasto multiculturalismo que implica que se conheça a história de outras regiões e suas culturas.

Os irmãos Auguste e Louis Lumière, desenvolveram o  cinematógrafo, e o primeiro processo de fotografia colorida.

 

Justificativa:

O presente curso foi criado com o intuito de atender à demanda dos alunos sem disponibilidade de horário para o curso avançado e que pretendem dar continuidade ao aprendizado da língua e da cultura francesas.
Material e Equipamentos:  Sala de aula com quadro, computador com acesso a Internet, televisão, DVD.

Atividades:  Exercícios de múltipla escolha –Documentários e filmes em francês.
Produção escrita e oral  através de Pesquisas com o intuito de apresentações.

Atualidade: Fachada da Maison Européene de la Photographie na Rue de Fourcy, Paris. Foto: Izabel Liviski, 2017.              http://revistacontemporartes.com.br/2017/07/14/a-casa-europeia-da-fotografia-em-foco/

 

Referências:
COELHO, Ricardo Corrêa – Os Franceses, Editora Contexto: 2008.

MAIORES INFORMAÇÕES:

Centro Europeu
R. Benjamin Lins, 999 · (41) 3233-6669
Curitiba – Pr.
http://centroeuropeu.com.br

 

 

 

OBS.: As imagens aqui contidas e que foram retiradas da Internet sem fins comerciais, são meramente ilustrativas da presente matéria.