Quem somos

O grupo ContemporARTES foi originado em meados de 2009 agregando artistas, escritores, críticos literários e cientistas da humanidades de todo o Brasil com objetivo de buscar mecanismos e estratégias de empreender uma difusão de conhecimento ligada às artes e a cultura. Buscamos enquanto grupo valorizar talentos e promover as diversidades e os direitos humanos. A arte e a cultura foram a ponte para promover o diálogo sobre as diversidades ligadas a gênero, diversidade sexual, etnia, geração e classe.

Composto por profissionais ligados à educação, humanidades, cultura e artes, na bagagem profissional de seus componentes há um intenso diálogo com a Direitos Humanos. Alguns têm histórico de desenvolvimento de projetos como “Educação Não-Formal ligada a Contação de Histórias para Educação Ambiental” e “Paladares ligados a população idosa” e “Projeto Educação em Direitos Humanos- UFABC”, promovido pela SECADI/MEC e formando 500 alunos em nível de aperfeiçoamento.

Sobre as parcerias com o poder público, a principal até então estabelecida é com a SECADI – Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do MEC e Secretarias da Educação e dos Direitos Humanos da Prefeitura de São Paulo. Elas foram formadas para a elaboração do projeto Educação em Direitos Humanos e se iniciou em agosto de 2014, estando em vigor até hoje. Foram realizadas dezenas de encontros e reuniões ao longo desses anos com o objetivo de busca de soluções para problemáticas diversas além de troca de material de pesquisa e de campo.

Desenvolvemos um intenso diálogo com os movimentos sociais, representados por coletivos como a ONG ABCDs – Ação Brotar para a Cidadania cuja missão é ― Sensibilizar e mobilizar a população sobre as questões de Cidadania e Direitos Humanos da População de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais, o coletivo LGBT Prisma, voltado para as questões da comunidade LGBT, e Claudia Maria, voltado aos direitos das Mulheres. Também temos parceria com os seguintes coletivos: Fórum LGBT de Vila Velha, Cáritas Arquidiocesana de São Paulo, Associação dos Deficientes Visuais de Sergipe, Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência de Sergipe, Rede Ecumênica da Juventude de Belém, Comitê Nacional Diversidade Religiosa SDH em Belém e Conselho Estadual da Juventude de Goiás.

Nosso principal objetivo é por meio da arte, educação, cultura e reflexões humanísticas promover a promoção, proteção e defesa dos direitos humanos. Cremos que para falar em direitos humanos e mesmo a violação desses, a arte tem se mostrado uma das mais eficientes linguagens.