• Home
  • Author: Izabel Liviski

Author: Izabel Liviski

FRANCÊS NO CENTRO EUROPEU…

O curso de Francês do Centro Europeu é direcionado para uma metodologia de ensino de Língua Estrangeira Moderna voltada para a abordagem comunicativa, na qual a concepção de língua é concebida como instrumento de comunicação ou de interação social, segundo a coordenadora do curso Giselda Ross*,  complementando que “o enfoque comunicativo do método traz para sala de aula o uso da língua em situações reais e autênticas, tendo como objetivo o desenvolvimento das habilidades linguísticas em situações do cotidiano com diálogos, textos e informações contidas nos próprios livros, seguindo os seguintes objetivos pedagógicos: Compreensão e Expressão Oral e Escrita.”

O aprendizado é concebido através de uma abordagem ativa. O método integra vídeo, áudio e escrita com documentos realizados em função das especificidades de cada uma dessas mídias além de um material de apoio elaborado, propiciando uma melhor organização do aprendizado. O curso é dividido em seis modalidades: o curso para adolescentes (na sede Cabral) , o curso intermediário (A1, A2, B1), o curso avançado (B2), o curso com objetivos específicos (Parlons Mode! e Parlons Cuisine!), o curso de conversação (À la française) e o curso de literatura (ABC Littéraire).

PARLONS CUISINE! O curso destina-se a um público de estudantes e profissionais de gastronomia, chef de cuisine, boulangerie, pâtisserie e restaurateur, iniciantes em francês. O aluno aprende rapidamente a se comunicar e trabalhar, em francês, na sua área de interesse. Além do domínio da língua e vocabulário específico, o curso aborda os aspectos da cultura gastronômica francesa.

Ao final de cada unidade, o aluno deverá realizar um projeto, tal como criar e realizar uma receita original ou francesa, um menu,   compor uma mesa à la française, preparar uma degustação para o  grupo e professores, apresentar as especialidades gastronômicas de uma região da França ou de um país francófono, etc.

PARLONS MODE! O curso destina-se a um público, com nível A1 de francês, de estudantes e profissionais de moda e estilismo ou a alunos em geral que desejam iniciar-se nesse setor. O aluno adquire rapidamente as competências funcionais e linguísticas e os aspectos culturais, tais como a história da moda e dos grandes criadores do mundo francófono.

Ao final de cada unidade, o aluno deverá realizar um projeto, tal como criar e apresentar uma prancha de tendências, revisitar os modelos clássicos, descrever e comentar uma coleção, preparar um desfile de moda etc.

ABC LITTÉRAIRE – O curso tem por objetivo fazer descobrir, compreender e apreciar um conjunto de textos dos mais representativos da literatura francesa e francófona. O método adotado apresenta textos desde a Idade Média até a atualidade, propiciando ao aluno maior conhecimento de todos os gêneros: romance, poesia, teatro, cartas, novela… Além disso, o curso leva o aluno a ter contato com outros aspectos da aprendizagem, tais como:

  • aperfeiçoamento dos conhecimentos linguísticos (compreensão e expressão oral e escrita);
  • desenvolvimento da expressão e confrontação das ideias;
  • desenvolver o prazer da leitura, gerar sensações, refletir sobre si mesmo, sobre o outro, sobre a língua;
  • aperfeiçoar a produção escrita.

Grupo do ABC Literário, em um momento de confraternização.

 

Segundo Elderina Canello**, o curso ABC Literário em funcionamento desde 2014 no Centro Europeu, atingiu sempre as metas propostas no momento de sua criação. A partir deste ano, com ênfase na literatura comparada, promoveram-se excelentes discussões baseadas em pesquisas aprofundadas. Além dos estudos desta área do conhecimento, os estudantes produzem textos que são compilados pela escola em forma de opúsculos e entregues aos estudantes-autores, em cerimônia de confraternização.

Para fazer a inscrição no Curso ABC Literário exige-se como requisito o nível A2 de conhecimento do idioma. “São alunos que já fizeram no mínimo 160 horas de francês. No CE são alunos que já teriam feito do nível I ao IV, ou seja entre o principiante ao intermediário.  O CECRL, que é o Marco Comum Europeu, divide o conhecimento de língua estrangeira em 06 níveis: A1 / A2 / B1/ B2/ C1/ C2”, conclui Elderina.

CURSO DE CONVERSAÇÃO « À LA FRANÇAISE » É um curso para desenvolver a conversação através da cultura francesa. O método adotado apresenta os principais ícones culturais, propiciando ao aluno maior conhecimento das figuras emblemáticas que fazem parte da identidade dos franceses.

TEMAS ABORDADOS:

– Alimentação
– Celebridades
– História, Instituições
– Indústria, Educação, Trabalho
– Língua, Mídias, Cultura
– Cotidiano
– Moda e Luxo
– Atualidades

 

 

LIVRARIAS CURITIBA NO SHOPPING CURITIBA:  Grupo de conversação livre, às sextas-feiras 18h, em parceria com as Livrarias Curitiba e com professores do Centro Europeu. Aberto e gratuito à toda comunidade.

PARLONS ART!  Visita guiada à exposições de arte em francês, como esta sobre os trabalhos de Matisse, ocorrido na Caixa Cultural.

 

Professora Carla Farago, na visita guiada à exposição de Matisse e Giselda Ross, coordenadora do curso de Francês.

 

PARLONS MODE! – FOULARD TENDANCE

Atelier em francês falando dos diferentes tipos de “foulard” e das tendências e maneiras de usá-lo como acessório. Aborda-se ainda a História do famoso “carré” Hermès.

 

PARLONS MODE! – CHEZ LE COIFFEUR

Atelier em francês, no Salão W Crystal, falando das tendências de cores e cortes de cabelo feminino e masculino para cada estação. Cortes que harmonizam com os diferentes tipos de rosto. História do famoso corte “Chanel” e do topete “Pompadour”. Como fazer “un superbe chignon bas simple et chic”.

 

PARLONS CUISINE! – BÛCHE DE NOËL – Atelier na cozinha para aprender a receita tradicional das festas de natal na França.

SABOR NA PONTA DA LÍNGUA! – Atelier na cozinha, em francês, para aprender as receitas francesas mais tradicionais, ministradas por um « chef de cuisine ».

 

 

PARLONS PHOTO! Atelier em francês, sobre a história, vocabulário e técnicas da Fotografia.

 

PARLONS GRAMMAIRE! Aulas às sextas -feiras, para reforçar alguns pontos gramaticais “complexos” da língua francesa.

ATELIERS EXTRA CLASSE –  Todas essas atividades extra classe são oferecidas gratuitamente aos alunos de francês ao longo do semestre.

* Giselda Ross, professora de francês com formação em Bruxelas, na Bélgica (Brevet d’aptitude à l’enseignement du français langue étrangère – PROFESSORAT) e especialização no Ensino de Línguas Estrangeiras Modernas pela UTFPR. Ministra aulas de francês no Centro Europeu desde 1998. Coordenadora do curso de francês desde 2007.

 ** Elderina Canello, licenciada e pós-graduada em letras Português/Francês e Literaturas de Lingua Portuguesa e Francesa, com curso de aperfeiçoamento e extensão em Cannes e na Sorbonne, ministra o curso ABC Literário no Centro Europeu.

Grupo dos professores de Francês, do Centro Europeu.

 

Fotos: Acervo CE.

 

 

MAIS INFORMAÇÕES:

41 3233 6669
Rua Benjamin Lins, 999
Curitiba – PR

http://centroeuropeu.com.br/portal/

 

QUEM SÃO AS SOROPTIMISTAS?

“Preparar as mulheres para que se tornem suas próprias defensoras!”

Esta frase – objetivo maior do movimento –  é a que melhor define as Soroptimistas, segundo Dirce Cléve* a quem entrevistamos, em uma longa conversa sobre cultura, vida, experiências e como não poderia deixar de ser, sobre a associação de que faz parte há muitos anos, sempre em papéis de liderança.

O nome Soroptimista (do latim sóror e óptima)  significa “O melhor para as Mulheres”, ou seja,  mulheres em seu melhor desempenho a fim de ajudar outras mulheres a atingirem o melhor de si. As Soroptimistas são mulheres que doam seu talento e seu tempo, são de todas as idades, culturas e etnias,  e representam um vasto leque de profissões: médicas, advogadas, professoras, empresárias, funcionárias públicas. Essas associadas são líderes em suas comunidades e acreditam que, juntando-se a outras mulheres, podem tornar o mundo um lugar melhor para outras mulheres e meninas.

Fundada em 1921, na cidade de Oakland, Califórnia-EUA, por oitenta mulheres, Soroptimist é uma organização internacional para mulheres profissionais e de negócios comprometidas com o serviço voluntário em suas comunidades. Em 1947 foi instalado o primeiro clube brasileiro, no Rio de Janeiro. Hoje, no Brasil existem 27 clubes:  em Goiás; no Distrito Federal;  em Minas Gerais ; em Santa Catarina ; em  São Paulo; no Paraná e no Rio Grande do Sul.

A organização Soroptimista desde 1951, tem vínculos oficiais com o Conselho Econômico e Social das Nações Unidas – ECOSOC, e é reconhecida como membro em todos os Conselhos que discutem questões relativas aos Direitos da Mulher. O status Consultivo Geral  foi concedido em 1984. A Federação Soroptimista das Américas está representada nas Agências da ONU em Nova York, Paris, Roma, Genebra e Viena.

Em Curitiba, existem três Clubes que mantém estreita amizade entre suas associadas: “Batel”, “Curitiba” e “Glória”. O mais antigo é o SI Curitiba que neste ano completou 60 anos de existência.

A estrutura da organização é assim constituída:

  • Soroptimist International é uma organização não-governamental, com sede em Cambridge, Inglaterra e é formada por quatro Federações:
  • Soroptimist International of the Americas (SIA);
  • Soroptimist International of Great Britain and Ireland (SIGBI);
  • Soroptimist International of Europe (SIE);
  • Soroptimist International of South West Pacific (SISWP).

A Soroptimist International administra programas de serviços voluntários e projetos, atuando isoladamente, ou em parceria com outras instituições, são estes os principais Programas:

Vinculados ao SOROPTMIST INTERNATIONAL OF THE AMERICAS – SIA

  • Viva o seu Sonho – Educação e Capacitação para Mulheres – antigo Prêmio Oportunidade  para Mulheres, o Prêmio Soroptimista Viva Seu Sonho ajuda anualmente mais de 1.200 mulheres viverem seus sonhos de uma vida melhor para elas e suas famílias.
  • Sonhe, Realize: Apoio Profissional para Meninas – voltado para meninas entre 14 e 18 anos, busca apoiar sua realização pessoal e profissional;
  • Soroptimistas  Celebrando Sucesso  – um prêmio  de reconhecimento  aos clubes  que cumprem todos os programas  da federação .;
  • Subsídio de Clube Soroptimista para Mulheres e Meninas – Clubes desenvolvem projetos próprios e buscam financiamento dos mesmos junto a SIA, que após avaliação concede os recursos e solicita prestação de contas da aplicação;
  • Concurso de Arte Viva seu Sonho – anualmente, é sugerido um tema para que crianças e adolescentes “desenhem seus sonhos” e concorram a prêmios.
  • Viva o seu Sonho – Comunidade Virtual – é um projeto que busca dar visibilidade a Soroptimista atraindo simpatizantes para os seus trabalhos voluntários, sem criar vínculos associativos. É apoiado por um forte marketing institucional virtual, criado pela SIA www.liveyourdream.org ;
  • Violência Doméstica – A organização Soroptimista realiza vários projetos que ajudam mulheres e meninas a se prevenir e encontrar a melhor forma de sair desta situação, como por exemplo: Campanha em locais de trabalho para eliminar a violência doméstica;
  • Tráfico de Mulheres – A organização Soroptimista criou vários projetos e campanhas visando ajudar e orientar possíveis vítimas do tráfico de pessoas.

       Vinculados à Soroptimist International – Projetos Internacionais

  • Educar para Liderar é o foco global do Programa de Longo Prazo da Soroptimist International-SI, de 2011 a 2021 quando, ao final do período, a organização completará 100 anos de existência.
  • As doações recebidas pelo Apelo da Presidente, de 2015 a 2017, são destinadas ao projeto Educar para Liderar-Nepal que beneficia com educação as sobreviventes dos terremotos ocorridos naquele país em 2015.
  • Para clubes selecionados em âmbito mundial com projetos exemplares, a SI concede os prêmios Melhores Práticas.
  • Para reforçar laços de amizade entre as associadas, a SI mantém o programa Elos de Amizade.
  • Já a Concessão de Amizade é o oferecimento de hospedagem por uma Soroptimista à Soroptimista de uma outra localidade.

Vinculados a Região Brasil

  • Prêmio Violet Richardson – voltado para meninas entre 14 e 17 anos que realizam trabalhos voluntários em suas comunidades;
  • Prêmio Soroptimista Ruby: Para Mulheres Ajudando Mulheres – homenageia mulheres que ajudam mulheres em sua comunidade promovendo o impacto coletivo fazendo uma diferença na vida de mulheres e meninas;
  • Prêmio Perpétua Pudney – Para soroptimistas que completaram 20 anos de participação ininterrupta na Organização;
  • Frater (Fundo Regional de Ajuda Temporária e de Reconstrução): A contribuição é anual, de R$10,00 (no mínimo) por sócia regular depositados em conta específica do FRATER.
  • Prêmio Marina Magalhães – Para soroptimista que completaram 10 anos de participação ininterruptas na Organização;
  • Fórum Juvenil – Realizado a cada 2 anos, tem como objetivo promover o debate entre jovens de 15 a 19 anos sobre assuntos atuais e relevantes;
  • Soroptimista Destaque – Para soroptimista que se destacou em seu Clube na realização de trabalhos voluntários durante o ano;
  • Elo da Amizade – Promover a confraternização das associadas e estimular o intercâmbio entre os Clubes da Região Brasil e das outras regiões do mundo;
  • Atenção ao GIS – Estimular e orientar a correta utilização do GIS;
  • In Memoriam – Prestar homenagem póstuma às companheiras que “já não estão entre nós”.
  • Nações Unidas – O SI tem assento na ONU e a Região incentiva os Clubes a considerarem o Dia das Nações Unidas, 24 de outubro, como uma data a ser celebrada em nível local. Também apoia as diversas campanhas sugeridas pela ONU.
  • Interclubes  – Trata-se de uma reunião promovida por clubes soroptimistas de cada estado do Brasil, com objetivo de promover o intercâmbio de ideias, projetos e experiências diversas. É um encontro realizado em um dia de trabalho, preferencialmente aos sábados.

Associadas do Clube SI Glória, em reunião no Centro Paranaense de Cultura, com a presidente Dirce Clève.

Em Julho de 2012, a campanha “Una-se pelo fim da violência contra as mulheres” do Secretário Geral das Nações Unidas proclamou o dia 25 de cada mês como um “dia laranja”, a fim de dar mais visibilidade às questões que envolvem a prevenção e a eliminação da violência contra mulheres e meninas.

Para sintetizar todo esse trabalho, “A missão da Soroptimista é melhorar a vida de mulheres e meninas em comunidades locais e através do mundo. Para poder realizar este objetivo a organização administra vários programas internacionais. O principal projeto da organização é o Prêmio de Oportunidades para Mulheres,  oferecendo-lhes os recursos que precisam para melhorar a sua educação, competências e perspectivas de emprego. Os Clubes Soroptimistas participam nos programas da organização em nível local, dependendo das necessidades específicas de suas comunidades.”

 

O Clube SI Curitiba foi homenageado na Câmara Municipal de Curitiba pelos 60 anos de sua fundação.

 

Integrantes dos Clubes SI Batel e do SI Glória, em recepção no Hotel Lizon.

 

Em reconhecimento às mulheres do Soroptimismo Internacional, foi inaugurada uma praça em 20 de Abril de 1991 localizada na Avenida Nossa Sra. da Luz, 1148, no Jardim Social. Junto à praça se encontra o Memorial da Mulher Pioneira do Paraná.

 

 

 

 

 

 

*Dirce Doroti Merlin Clève, nasceu em Canoinhas, SC, estudou no Instituto de Educação do Paraná e depois na Faculdade Católica do Paraná, hoje PUC. É casada com o Dr. Jeorling Joely Cordeiro Clève, tendo o casal quatro filhos e nove netos. Iniciou sua carreira no magistério, em Pitanga onde foi diretora e professora fundadora da Escola Normal Secundária Prof. Brandão e do Ginásio Estadual de Pitanga, trabalho reconhecido pela comunidade que a homenageou dando seu nome à Biblioteca das Faculdades do Centro do Paraná em 2003 e o título de Cidadã Honorária da cidade de Pitanga em 2004. É voluntária da Organização Soroptimist International, desenvolvendo suas atividades em prol dos Direitos Humanos das Mulheres e Meninas. Toda sua luta culminou com a eleição para o Conselho de Diretoras da Soroptmist International of the Americas, em 2004 e a publicação do livro “Direitos Humanos para Mulheres e Meninas” em 2007. É integrante do Centro Paranaense Feminino de Cultura e do Centro de Letras do Paraná. Recebeu diversos prêmios entres eles a de Soroptimista Destaque da Região Brasil (1997), Reconhecida Dedicação Soroptimista (2010), e Nome do Complexo Esportivo do UniBrasil – Faculdades Integradas do Brasil, em comemoração aos 10 anos da Instituição em abril de 2011, onde Dirce Clève representou todas as mulheres homenageadas pela instituição em seus dez anos de atividades.

Fontes:

Clève, Dirce – “Descobrindo Novos Horizontes…Construindo pontes para um mundo melhor”, Edit. Artes & Textos, Curitiba, Pr. 2012.

http://www.soroptimistbrasil.org.br/pt/quem-somos/

Fotos:

Luiz Carlos Betenheuser Júnior, Cida Leit (Multi Art), Izabel Liviski.

Agradecimentos especiais a Luiz Carlos Betenheuser Júnior, pela cessão das fotos da Praça do Soroptimismo Internacional.

 

Banner para Campanha do Dia Laranja