• Home
  • Curso de Extensão Africanidades, Literatura Infantil e Circularidade

Curso de Extensão Africanidades, Literatura Infantil e Circularidade

O Projeto Africanidades, Literatura Infantil e Circularidade, coordenado pela Professora Ana Maria Dietrich está realizando, mais uma vez, o Curso de Extensão para professores de Educação Básica (principalmente Educação Infantil e Fundamental) e de arte-educadores e educadores sociais e populares.

O curso promove a Educação em Direitos Humanos voltada às questões étnico-raciais, dando visibilidade à cultura negra e à
construção de novos protagonismos a partir de uma narrativa decolonial. O curso explora a história, ciência e cultura negra no Brasil e apresenta oficinas sobre práticas educacionais que podem ser utilizadas em sala de aula como alternativas à lousa e giz. Por meio da discussão de práticas pedagógicas amplamente ancoradas na nossa cultura popular e na arte-educação como contação de histórias, jogos cooperativos, folguedos e brincadeiras de roda, traz novas perspectivas educacionais, tanto no aspecto formal quanto no não formal.

A edição de 2019 do curso em Africanidades, Literatura Infantil e Circularidade recebeu 1620 inscrições para as 130 vagas disponíveis e com isso foi possível constatar a confiança depositada nesse projeto e o anseio em compartilhar o sonho de fortalecer a cultura em direitos humanos com relação às questões étnico-raciais na luta por uma sociedade anti-racista que valoriza as culturas e identidades negras.

Os professores do curso direcionam a todos, individualmente ou em equipe, a refletirem sobre práticas de Educação em Direitos Humanos, apresentando formas para trabalhar com a observação da narrativa científica e tecnológica já estabelecida e relacioná-la com uma narrativa não eurocêntrica; discutir e compreender como a literatura infantil potencializa o repertório do educador, para que possam ter uma discussão crítica em cima dos Direitos Humanos; refletir sobre a vida e trabalhar a cooperatividade na educação; contemplar e valorizar a História e a trajetória dos negros e negras oriundos do Continente Africano e discutir maneiras de combater o racismo desde a infância.

Por ser capaz de criar fortes laços entre os organizadores, professores, cursistas e ouvintes, o Africanidades se estende para além dos auditórios e a Instituição, como por exemplo a ida ao Espetáculo Odara, que foi fora do horário das aulas, mas que reuniu a vários encontristas para prestigiar a atriz Vera Luz, que encantou a todos com duas performances no Segundo dia do Encontro, contando as Histórias de Bambushe, inspirado no texto Zumbi em Preto e Branco.

Agradecemos por esta ampla rede que foi criada através do Africanidades, Literatura Infantil e Circularidade que foi capaz de levar a todos a partilharem suas lutas, histórias e vidas por meio das rodas de conversa informais, através do grupo de WhatsApp e pela própria Página do Projeto, por onde ouvimos relatos incríveis sobre as experiências dos cursistas.

UBUNTU, eu sou, porque nós somos!

 

 

Emily Pestana Pegoraro é estudante de Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas do Centro Universitário Fundação de Santo André, e estagiária do Curso de Educação em Direitos Humanos da Universidade Federal do ABC (UFABC), além de colaborar, nas publicações da "Revista Contemporâneos" e da "Revista Contemporartes"

Deixe uma resposta