• Home
  • O POTENCIAL ARTÍSTICO E PEDAGÓGICO DAS MANDALAS

O POTENCIAL ARTÍSTICO E PEDAGÓGICO DAS MANDALAS

INTRODUÇÃO

O presente texto aborda a temática das mandalas, especialmente o seu potencial artístico e pedagógico. Para o ensino da Arte as mandalas podem ser importante ferramentas pedagógicas e criativas. A arte das mandalas é muito antiga. Inicialmente foram usadas para auxiliar a meditação, no Tibete e mais tarde como instrumento terapêutico. Atualmente, é um instrumento valioso para a Arteterapia. No entanto, como elemento artístico, a mandala possui um enorme potencial. Os professores de Arte, em geral, não conhecem a mandala, nem sua contribuição, enquanto arte. A escolha por esse tema justifica-se uma vez que, sendo as mandalas pouco conhecidas, também são pouco usadas como ferramenta pedagógica no ensino de Artes.

 

O círculo: O desenho da mandala tem seu início, quase sempre, em um círculo. O círculo pode ser visto em todos os lugares, na lua, nas plantas e estruturas geológicas naturais. Também é perceptível no corpo humano e na produção humana (arte, na arquitetura), nas abóbodas e cúpulas da igreja, nas rosáceas e auréolas dos santos e anjos (SOUSA, 2012).

METODOLOGIA

A metodologia utilizada neste trabalho pautou-se basicamente na Revisão de Literatura, em que vários autores foram selecionados. Entre eles destacam-se, Barbosa (2010), FERREIRA (2001) e DAHLKE (2007) e SOUSA (2012).

 

RESULTADOS

– Poucos professores de Arte se utilizam das mandalas em suas aulas. Quase sempre entendidas objetos do sagrado ou com forte inclinação religiosa, não se percebe a grande vocação artística das mesmas.

– As mandalas possiblitam metodologias inovadoras e únicas, em que a criatividade, reflexão e sensibilidade são estimuladas. O trabalho com as mandalas é inovador,  lúdico, criativo e instigante.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

– Os professores de Arte devem buscar e apresentar novas propostas pedagógicas que possibilitem aulas mais agradáveis, lúdicas, interessantes e significativas. As mandalas podem possibilitar esse tipo de aula inovadora.

– Ao ofertar o estudo da mandala nas aulas de Artes, o professor oportunizará a seus alunos uma experiência artisticamente rica e insubstituível do ponto de vista estético e humanizador.

– A abordagem Triangular, proposta por Barbosa (2010) possibilita um excelente trabalho com as mandalas nas aulas de Artes.

– As mandalas sempre acompanharam a humanidade. São ancestrais, atemporais e poderosas, enquanto símbolos que representam a cultura humana. Para usufruir do seu potencial, basta ir ao encontro delas, de espírito aberto, para aprender e ensinar, em uma troca contínua.

 

Imagens: https://i.pinimg.com/736x/67/92/0d/67920d10d4a0dc3b5b67ba4c84387874–mandala-azul-hamsa-art.jpg

https://br.freepik.com/vetores-gratis/fundo-de-mandala-gradiente_2687064.htm

Archangel Michael: The Shift of 2017 and the Grounding of the Higher Consciousness Unified Field

 

Tags:, ,
Vanisse Simone Alves Corrêa é Doutora em Educação pela UFPR, professora adjunta da UNESPAR e estudante de Artes Visuais.

Deixe uma resposta