set 20, 2018
0

Por Ana Maria Carvalho

  As obras tridimensionais que brilham sob a luz ultravioleta, da artista brasileira radicada em Nova York, Sabrina Barrios, que já passaram pela Bélgica, Espanha, Dinamarca e Estados Unidos e chegaram ao Brasil em uma trilogia. Cada unidade desse tríptico geométrico é parte de um quebra-cabeça maior. Cabe ao espectador/participante conectar os pontos para entender a narrativa completa. Além disso, o público é convidado a participar da discussão explorando e fisicamente navegando por essas obras. Sabrina atualmente tem trabalhos na exposição Consciounsness na Alfa Gallery em, Miami, que abriu neste mês de setembro e fica em até dezembro. A Galeria Flecha em Madri também expõe trabalhos da artista. Para a curadora Daniela Mattos, a pesquisa artística da Sabrina compreende muitas intensidades "Algo de um feminino selvagem e alquímico, tramando o que dá corpo e materialidade às instalações, pinturas e objetos; com o rigor projetivo de seus desenhos; com suas pesquisas que imbricam teoria da conspiração, aspectos formais que remetem à questões identitárias e históricas de brasilidade; com tantas outras velocidades que não caberiam aqui, talvez por sua natureza conceitual e poética quase holográfica", define Daniela. “O que cabe a nós, portanto, é abrir nossa potência vibrátil à alquimia das formas, linhas e planos, decidindo como entraremos pelos portais que estes trabalhos geram e escolhendo nossas próprias cartografias e planos de fuga”, completa. Como parte do seu processo de imersão no Rio de Janeiro, Sabrina viverá os dois lados de um país dividido socialmente e politicamente. De Abril até o fim deste ano a artista está vivenciando duas realidades, morando entre a zona sul carioca e a comunidade da Providência (favela mais antiga da cidade), onde terá a oportunidade de compreender a realidade daqueles cujas vozes são raramente ouvidas. A sequência que começa com a obra "Plano de fuga" construída em um bunker subterrâneo no jardim da casa onde hoje funciona a galeria de arte Marquês456, carrega a simbologia de um espaço subterrâneo com elementos da bandeira do Brasil separados. A segunda obra Partidos"está no Espaço Despina que, para Sabrina, é um ponto de profusão artística e resistência política, ali a obra é construída de dois triângulos que simbolizam polaridades masculino e feminina, com um círculo, que juntos formam a bandeira do Brasil. E a última está sendo construída neste mês de setembro em conjunto com crianças do morro da Providência, representando o futuro, remetendo a uma trajetória rumo à luz–como símbolo de consciência–para que esses dois mundos coexistentes possam respeitosa e pacificamente habitar um mesmo lugar no espaço. As três instalações estarão abertas à visitação durante o Art Rio de 27 a 30 de setembro: 1. Plano de Fuga (Julho; Marques456) 2. Partidos (Agosto; Espaço Despina) 3. Feixe (Setembro; Casa Amarela - dia 22/09) A abertura da exposição na Casa Amarela acontece sábado, dia 22 de setembro, das 16 às 20h; e por ser sediada na comunidade contará com uma lista de confirmação para os interessados. Mais informações no email casaamarelaprovidencia@gmail.com Algumas exposições da artista: The Fourth Bronx Museum Biennial (New York, 2017); Epic of Creation (Finland, 2017); The Earth Experiment (Brooklyn, 2017); The Horse Rider and The Eagle (Brussels 2016); JustMAD Art Fair (Madrid, 2016); MoMA (Museum of Modern Art) NY: Abstract Currents (New York, 2013). Para saber mais sobre a artista: https://www.sabrinabarrios.com/    

Texto de Ana Maria Carvalho

Ana Maria Lima de Carvalho é jornalista especialista em comunicação, psicanalista e fotógrafa. Sócia da Crio.Art assessoria especializada em arte contemporânea

Início

Mais lidas

A ditadura no Chile a transição para a democracia
mar 31, 2018

A ditadura no Chile a transição para a democracia

As instituições militares no Chile caracterizaram-se, historicamente, por uma rigidez institucional e pela segregação com as questões políticas dos civis. Tais fatores, a partir de 1920 com a mudança de cunho ideológico na sociedade chilena, levaram, entre outros movimentos, ao golpe militar de 1973 contra o então presidente Salvador Allende, articulado pelo general Augusto Pinochet, que se instalou no poder por dezessete anos (LOPES e CHEHAB, 2015).
A FEMINILIDADE: UMA CONSTRUÇÃO DO SER MULHER.
ago 25, 2017

A FEMINILIDADE: UMA CONSTRUÇÃO DO SER MULHER.

A Coluna INcontros recebe nesta semana, a contribuição de Guilherme Silva dos Passos* e Ana Suy Sesarino Kuss**, sobre um tema debatido em várias áreas do conhecimento, que é o da feminilidade e a construção do ser mulher, mas o enfoque dos autores aqui é aprofundado através da Psicanálise.
PERSONALIDADES POLÔNICAS: KORNELIA FIALKOWSKA
abr 07, 2017

PERSONALIDADES POLÔNICAS: KORNELIA FIALKOWSKA

A coluna Polonaises inaugura hoje uma sessão de personalidades polônicas, trazendo um pouco da história de uma polonesa que apesar de muito jovem, já viveu em alguns países do mundo e, inclusive no Brasil.

Leia também

Confira comigo no replay
dez 05, 2017

Confira comigo no replay

Lembro que, ainda menino, assisti muito a um filme chamado "Santa Claus: a verdadeira história de Papai Noel". O pobre do videocassete era coagido a engolir diariamente aquela gravação de algum "Cinema em casa" do SBT. Não sei como a fita (e minha mãe, quase sempre comigo) resistiu a tantas sessões.
As 7 condições do crítico ideal
maio 18, 2017

As 7 condições do crítico ideal

Na manhã de terça-feira, dia 16, o Le Monde anunciou “La mort d’Antonio Candido, figure de la gauche brésilienne”, texto assinado pelo jornalista franco-brasileiro Paulo A. Paranaguá.
LIBRETO PARA OS QUE SOBEM DE NOITE
jun 22, 2018

LIBRETO PARA OS QUE SOBEM DE NOITE

“Libreto para os que sobem de noite” ou “Do interior” ou “Sobre uma candeia debaixo do alqueire” ou “As flores do sal” ou “Poemas iluminados por dentro” ou…