maio 26, 2019
0
Depois de oito anos tomados para acertar a documentação, o Arquivo Público do Estado abriu no dia 17/03/2019 uma visita educacional para consultar fotos de arquivo da antiga RFFSA, extinta em 2007. O acervo conta com mais de 26 mil fotos, álbuns de companhias ferroviárias como a Sorocabana, a Paulista e a Mogiana, todos datados do final do século 19 e início do século passado, e aproximadamente 86 mil fotos de filmes fotográficos que fazem parte da história da Rede Ferroviária Federal. Esses arquivos se localizavam em Jundiaí e em um imóvel na rua Mauá chegaram desorganizadas, e por isso o acervo demorou mais de 10 anos para ser aberto. Logo após a RFFSA ser extinta, o patrimônio esteve quase abandonado até 2011, e até os dias de hoje ainda tem vagões e imóveis que são da antiga rede e não tem o devido fim. Ainda em 2011, foi assinado um acordo pelo Arquivo Público para manter o acervo pelo tempo mínimo de cem anos. O acervo conta também com material da São Paulo Railway, de 1867, que foi a primeira empresa de ferrovias em São Paulo. Nesta seção, a maior do arranjo, o Arquivo do Estado conta com 14.716 imagens de estações, obras, maquinário, entre outros. A menor, e última parte do conjunto, é composta por documentos de diversas entidades de ferrovias no país e no mundo inteiro, e também de instituições cujas quais não é possível identificar pelas fotos. O acervo pode ser visto apenas com agendamento prévio, feito pelo e-mail iconografico@arquivoestado.sp.gov.br. *Informações retiradas do site https://sobretrilhos.blogfolha.uol.com.br/2019/03/17/arquivo-do-estado-abre-acervo-da-extinta-rede-ferroviaria-federal-para-consulta/

Início

Mais lidas

A FEMINILIDADE: UMA CONSTRUÇÃO DO SER MULHER.
ago 25, 2017

A FEMINILIDADE: UMA CONSTRUÇÃO DO SER MULHER.

A Coluna INcontros recebe nesta semana, a contribuição de Guilherme Silva dos Passos* e Ana Suy Sesarino Kuss**, sobre um tema debatido em várias áreas do conhecimento, que é o da feminilidade e a construção do ser mulher, mas o enfoque dos autores aqui é aprofundado através da Psicanálise.
Resenha Crítica de "A Ilha" (The Island)
dez 03, 2017

Resenha Crítica de "A Ilha" (The Island)

Um grande laboratório situado em uma plataforma marítima produz clones humanos que nada mais são que uma apólice de seguros para seus clonados e fonte de riqueza para seus produtores.
A ditadura no Chile a transição para a democracia
mar 31, 2018

A ditadura no Chile a transição para a democracia

As instituições militares no Chile caracterizaram-se, historicamente, por uma rigidez institucional e pela segregação com as questões políticas dos civis. Tais fatores, a partir de 1920 com a mudança de cunho ideológico na sociedade chilena, levaram, entre outros movimentos, ao golpe militar de 1973 contra o então presidente Salvador Allende, articulado pelo general Augusto Pinochet, que se instalou no poder por dezessete anos (LOPES e CHEHAB, 2015).

Leia também

O POTENCIAL ARTÍSTICO E PEDAGÓGICO DAS MANDALAS
mar 06, 2019

O POTENCIAL ARTÍSTICO E PEDAGÓGICO DAS MANDALAS

INTRODUÇÃO O presente texto aborda a temática das mandalas, especialmente o seu potencial artístico e pedagógico. Para o ensino da Arte as mandalas podem ser importante ferramentas pedagógicas e criativas. A arte das mandalas é muito antiga. Inicialmente foram usadas para auxiliar a meditação, no Tibete e mais tarde como instrumento terapêutico. Atualmente, é um instrumento valioso para a Arteterapia. No entanto, como elemento artístico, a mandala possui um enorme potencial. Os professores de Arte, em geral, não conhecem a mandala, nem sua contribuição, enquanto arte. A escolha por esse tema justifica-se uma vez que, sendo as mandalas pouco conhecidas, também são pouco usadas como ferramenta pedagógica no ensino de Artes.   O círculo: O desenho da mandala tem seu início, quase sempre, em um círculo. O círculo pode ser visto em todos os lugares, na lua, nas plantas e estruturas geológicas naturais. Também é perceptível no corpo humano e na produção humana (arte, na arquitetura), nas abóbodas e cúpulas da igreja, nas rosáceas e auréolas dos santos e anjos (SOUSA, 2012). METODOLOGIA A metodologia utilizada neste trabalho pautou-se basicamente na Revisão de Literatura, em que vários autores foram selecionados. Entre eles destacam-se, Barbosa (2010), FERREIRA (2001) e DAHLKE (2007) e SOUSA (2012).   RESULTADOS - Poucos professores de Arte se utilizam das mandalas em suas aulas. Quase sempre entendidas objetos do sagrado ou com forte inclinação religiosa, não se percebe a grande vocação artística das mesmas. - As mandalas possiblitam metodologias inovadoras e únicas, em que a criatividade, reflexão e sensibilidade são estimuladas. O trabalho com as mandalas é inovador,  lúdico, criativo e instigante. CONSIDERAÇÕES FINAIS - Os professores de Arte devem buscar e apresentar novas propostas pedagógicas que possibilitem aulas mais agradáveis, lúdicas, interessantes e significativas. As mandalas podem possibilitar esse tipo de aula inovadora. - Ao ofertar o estudo da mandala nas aulas de Artes, o professor oportunizará a seus alunos uma experiência artisticamente rica e insubstituível do ponto de vista estético e humanizador. - A abordagem Triangular, proposta por Barbosa (2010) possibilita um excelente trabalho com as mandalas nas aulas de Artes. - As mandalas sempre acompanharam a humanidade. São ancestrais, atemporais e poderosas, enquanto símbolos que representam a cultura humana. Para usufruir do seu potencial, basta ir ao encontro delas, de espírito aberto, para aprender e ensinar, em uma troca contínua.   Imagens: https://i.pinimg.com/736x/67/92/0d/67920d10d4a0dc3b5b67ba4c84387874--mandala-azul-hamsa-art.jpg https://br.freepik.com/vetores-gratis/fundo-de-mandala-gradiente_2687064.htm https://www.healingenergytools.com/archangel-michael-shift/  
fique atento!
ago 15, 2018

fique atento!

Meus amigos estão preocupados com o seu futuro próximo, alguns já sentem dificuldade no seu dia a dia, falta cliente, falta trabalho, falta dinheiro... "Brasil voltou a ser Brasil", com uma cara de pau absurda, o Governo tira direitos sociais, massacra e age contra a própria Constituição, para fazer o Brasil a voltar a ser um caldeirão de miséria e desespero pior do que ja era. Esta é a melhor maneira de uns poucos ganharem dinheiro, muito dinheiro. Daqui há pouco são as eleições, e o povo continua votando em seus carrascos. Embrutecidos por uma ideologia que torna "vagabundos perigosos" quem sai às ruas a lutar por sua sobrevivência digna. Uma ideologia que culpa o pobre por ser pobre, e o faz ter vergonha de "seu fracasso e incompetência" e assim justifica e aceita o seu sofrimento Conheço bastante gente que apoia esta ideia. Conseguiram "ter sucesso", mas não dão um passo a frente para perceber que não são todos que conseguem, e os motivos são muitos e complexos. Jogam a resposta na "falta de vontade e caráter". Tenho conhecidos que analisam a vida de maneira simplória e superficial, e se sentem os donos da razão. Analisam a vida com pré-conceitos mais antigos que seus avós, mais absurdos e tacanhos possíveis. Um conhecido, que pode ter a vida, grande parte, financiada pela mãe, quando vê no jornal da tv a notícia da super lotação dos presídios, solta a pérola "bandido tem de morrer". Simples assim as análises, preguiçosas e cruéis. E isso me dá uma preguiça enorme, por alguns milésimos de segundo penso: "Quem tem de morrer é você, e pessoas que pensam como você, de maneira rasa e burra!" Me calei... Me calei porque são estas pessoas a maioria, não me iludo, até aqueles que estão no fundo do posso não são capazes de sair desta moral, desta linha de raciocínio, formada há século e séculos para manter a natureza do "homem predador". "O homem é o lobo do homem" já escreveu Plutão, dois seculos antes de Cristo. E pouco mudou... Às vezes desconfio que os cristãos devem ter razão, apesar de não estarem completamente certos. O tal inferno, o tal purgatório e o céu, que eles adiam para o além morte, deve ser aqui e agora. O céu, quem ganha, são os muitos psicopatas, que praticam suas atrocidades sem qualquer sentimento de culpa, sem qualquer empatia. São os "vencedores" deste nosso mundo podre... Tenho consciência que foi apenas a Sorte, a deusa Fortuna, que me deu a chance de nascer relativamente  bem neste mar de miséria que é a humanidade... Este texto foi um desabafo, de uma pessoa que não consegue ver uma luz, nem esperança de mudanças, se não virarmos tudo do avesso. O que fazer pra mudar? Que tal refletir sobre TODA a nossa HERANÇA MORAL, criticar de maneira honesta, refletir sobre  o que vangloriamos, sobre o que dos valor??? Enquanto não nos enojarmos de verdade com aquele que joga dinheiro fora comfutilidaes, para ostentar sua riqueza e seu "sucesso". Nada vai mudar. Enquanto formos idiotas o suficiente e estarmos dispostos a pagar caro para nos afirmarmos numa sociedade com valores pra lá de questionáveis, nada vai mudar! Um meio? O consumo. Reflita sobre o seu consumo! Pare, pense todo este sistema depende do seu consumo para sobreviver... Você quer mudaste sistema? Mude sua foram de consumir tudo, nãos bens matérias, mas ideias e valores também!            
REVISTA CONTEMPORARTES LANÇA ARQUIVO DIGITAL PARA LEITURA DE COLUNAS
maio 05, 2018

REVISTA CONTEMPORARTES LANÇA ARQUIVO DIGITAL PARA LEITURA DE COLUNAS

Você que acompanha nossa revista e gosta dos artigos publicados, diariamente, em nossas colunas, agora tem mais uma maneira de se manter atualizado sobre as nossas postagens.